22°C 27°C
João Pessoa, PB
Publicidade

Secretaria de Estado da Cultura da PB define programação do I Festival Cultural da China

Evento será realizado em João Pessoa de 3 a 5 de fevereiro.

20/01/2023 às 06h44 Atualizada em 21/01/2023 às 08h38
Por: Redação
Compartilhe:
Secretaria de Estado da Cultura da PB define programação do I Festival Cultural da China

Uma reunião na manhã dessa quinta-feira (19), na Secretaria de Estado da Cultura (Secult-PB), com participação da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), UFPB e IFPB, definiu o conteúdo da programação artística na abertura do I Festival Cultural da China, que será realizado em João Pessoa de 3 a 5 de fevereiro. 

O evento será promovido pela Cinep, Agência UFPB de Cooperação Internacional (ACI) e o Consulado Geral da China em Recife, Associação Chinesa Paraibana do Brasil e a Universidade de Línguas Estrangeiras de Dalian, além da Secult-PB.

Coube à Secretaria propor o elenco de atrações regionais paraibanas que vão compor a programação da abertura, no Teatro Pedra do Reino, do Centro de Convenções da Paraíba. Os artistas paraibanos se somarão ao elenco chinês, que juntos proporcionarão um espetáculo com elementos culturais dos dois povos. 

Este será o primeiro festival desta temática no Nordeste brasileiro, e tem o objetivo de trazer uma mostra da cultura chinesa, além de exibir, em palestras e mesas-redondas, resultados concretos e perspectivas decorrentes da parceria entre o Governo da Paraíba e instituições chinesas.

Também dão apoio à coordenação do Festival o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) e a Universidade de Dalian de Línguas Estrangeiras (DUFL – China), em colaboração com a Embaixada da China, Setor de Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Governo da Paraíba.

Como será - O Festival será aberto em solenidade na noite de 3 de fevereiro, às 19h, com falas de autoridades brasileiras e chinesas, além da parte artística com música e dança. O restante do evento acontecerá na Usina Energisa, com oficinas em diversas técnicas de criação chinesas, contação de histórias, mesa-redonda, palestra, feirinha de variedades, exibição de filme e gastronomia chinesa.

O I Festival Cultural da China também será palco para a primeira apresentação do Coral Flor de Mandacaru, formado pelos estudantes do curso online de Mandarim, que é ofertado pela UFPB e regido por Nan Qi, professora adjunta da Escola de Música da UFRN.

Conexões econômicas - “Estabelecer conexões entre países é desejo de qualquer nação. A China é uma potência, e não há como pensar em desenvolvimento econômico sem pensar nesse país. Essas relações diplomáticas, bilaterais, acontecem não só sobre a ótica econômica. É super importante também estreitar as relações através de conexões culturais. Então, o objetivo do evento é unir e aproximar os países através da cultura e da economia”, explicou Rômulo Polari Filho, presidente da Cinep.

O tema sugerido pelo secretário de Estado da Cultura, Damião Ramos Cavalcanti, e aprovado na reunião, será Jackson do Pandeiro, por ser ícone da cultura paraibana. Suas músicas vão basear as apresentações de grupos escalados para a programação de abertura do Festival.

O gerente de Música da Secult-PB, Bira Delgado, reforçou que já há intérpretes da obra de Jackson do Pandeiro na China, assim como de Luiz Gonzaga, este há mais tempo. Mariah Marques, gerente de Articulação de Cultura Popular, também defendeu a presença de grupos artísticos populares na mostra.

Ana Beatriz Peres Martorelli, diretora de Relações Internacionais da UFPB, disse que o Festival servirá para compartilhar resultados das parcerias entre Paraíba e China. “A China nos mostrará o que tem de melhor em sua arte, e nós mostraremos o que a Paraíba tem de melhor”.

Maria Rita de Holanda Melo, do IFPB, explica que a participação do Instituto no Festival está lincada com o Curso de Eventos que é mantido pela instituição. “Esperamos a atração de um grande público”, disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias