Segunda, 06 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Geral Paraíba

Sem previsão de vacinação e testes para professores, aulas presenciais da rede particular retornam em João Pessoa

As escolas podem voltar a funcionar seguindo critérios como a capacidade e uso de máscaras e álcool em gel, e por datas.

26/01/2021 10h47
Por: Redação
Sem previsão de vacinação e testes para professores, aulas presenciais da rede particular retornam em João Pessoa

Sem previsão de vacinação e realização de testes contra Covid-19 em professores, aulas presenciais da rede particular começaram a retornar nesta segunda-feira (25), de forma presencial em João Pessoa. Conforme o decreto municipal, que autorizou o retorno, deve-se obedecer os 50% da capacidade. O Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe) informou ao ClickPB que ainda aguarda o plano de vacinação. Já o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Privada (Sinteenp) se posicionou contrário ao retorno. 

Sobre a volta das atividades presenciais, o diretor do Sinepe, Odésio Medeiros, informou ao ClickPB que foi positiva. “As escolas estão começando paulatinamente, mas a receptividade é boa”, frisou, destacando que as unidades estão seguindo os protocolos determinados no decreto municipal. Quanto a questão da vacinação e testagens dos trabalhadores da educação, disse que mantém conversas com as gestões municipal e estadual, mas nada definido. “Estamos mantendo contato nesse sentido, que logo que termine da rede pública, deverá entrar da rede particular”, afirmou.

Por outro lado, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Rede Particular da Paraíba se posicionou contrário ao retorno das atividades presenciais na cidade, pois ainda não há uma previsão de imunização dos profissionais e oferta de testagens dos profissionais. Segundo contou ao ClickPB um dos diretores, Antônio Arruda, um dos pedidos feitos pelo Sindicato como medida de proteção - implantação de cabines para professores - não foi instalada em nenhuma instituição de ensino. 

Arruda explicou que os professores têm como um dos instrumentos de trabalho a voz e por conta disso, propões a implantação dessas cabines, o que facilitaria o trabalho do professor, sem precisar forçar a voz com o uso da máscara. Sobre a vacinação, lamentou não ser uma das primeiras categorias a serem imunizadas. “Assim como tem com o pessoal da saúde, que acho correto, que está a frente no combate, mas no caso, os professores era para ter sido contemplado”, frisou.

 

Também confirmou que não há previsão de testes contra covid-19 por parte dos donos das escolas. Por estar como presidente em exercício do Conselho Estadual de Educação, revelou que colocou em discussão o retorno das atividades presenciais para que as instituições se comprometessem com a vida dos profissionais, mas nenhuma instituição, inclusive com representantes da rede particular, assumiu a responsabilidade. 

Retorno por decreto

De acordo com o decreto, as instituições de ensino em João Pessoa, do infantil ou nível superior, poderão funcionar com 50% da capacidade (por turma). Por etapas, as unidades de ensino voltariam a partir das datas previstas: Infantil e Fundamental I (do 1º ao 5º ano), a partir de 18 de janeiro de 2021; fundamental II (do 6º ao 9º ano), 01 de fevereiro; Médio, 15 de fevereiro; e superior, 1º de março. 

Além disso, deveriam oferecer, além do presencial, disponibilizar aulas nas modalidades remota ou híbrida. O documento que o ClickPB teve acesso, mostra ainda que é necessário manter um distanciamento mínimo de 1,5 metro entre alunos e também professores e funcionários. É necessário o uso de máscaras por todos (alunos, professores e funcionários), disponibilização de álcool 70% e aferição da temperatura corporal, no momento do acesso às unidades educacionais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias