Segunda, 06 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Gaeco

Delegada e escrivão são presos acusados de extorquir policial federal, na Paraíba

Essa não é a primeira vez que a delegada é alvo do MPPB. Em 2016, Maria Solidade de Sousa, que na época atuava na 6ª Delegacia de Santa Rita, foi afastada das funções por determinação da justiça.

22/04/2021 14h16
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Delegada e escrivão são presos acusados de extorquir policial federal, na Paraíba

Uma delegada e um escrivão da Polícia Civil da Paraíba foram presos nesta quinta-feira (22), acusados concussão, que é um crime onde uma pessoa que tem um cargo público e utiliza esse cargo de alguma forma para exigir, para si ou para outro, algum tipo de vantagem indevida. 

A operação denominada de “Cara de Pau” foi pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO, do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e conforme as investigações, a delegada estava tentando extorquir um agente da Polícia Rodoviária Federal. 

Essa não é a primeira vez que a delegada é alvo do MPPB. Em 2016, Maria Solidade de Sousa, que na época atuava na 6ª Delegacia de Santa Rita, foi afastada das funções por determinação da justiça. 

O Ministério Público ofereceu denúncia contra a delegada porque, segundo o órgão, no ano de 2014, durante plantões extraordinários na 6ª Delegacia de Santa Rita, ela teria se apropriado de valores que lhe foram entregues a título de fianças em consequência de prisões em flagrante, valores que a denunciada detinha em função do cargo e que teriam sido desviados em proveito próprio e alheio. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias