Sábado, 16 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Brasil Minas Gerais

Vereador que abriu caixão de idoso é afastado do cargo e será investigado pela polícia por crime de infração de medida sanitária preventiva

Além de ser alvo de processo movido pela Executiva do PT, que pode culminar em sua expulsão do partido, o vereador também será investigado pela Polícia Civil por crime de infração de medida sanitária preventiva.

27/04/2021 16h48
Por: Redação Fonte: Uol
Vereador que abriu caixão de idoso é afastado do cargo e será investigado pela polícia por crime de infração de medida sanitária preventiva

O vereador William Faria (PT-MG), do município mineiro de Santa Bárbara do Leste, foi afastado hoje pela Executiva do diretório estadual do partido após usar um facão para abrir um caixão lacrado com o corpo de um homem de 92 anos, morto com sintomas da Covid-19. 

Em nota divulgada à imprensa, o PT de Minas diz que o partido "decidiu afastar imediatamente o vereador William Faria, em razão do lamentável fato ocorrido no último domingo (25), quando o parlamentar violou o caixão lacrado durante o funeral de um homem que faleceu com suspeita de covid-19". 

No vídeo que passou a circular nas redes sociais, William Faria alega que o idoso faleceu em decorrência de "insuficiência respiratória aguda crônica", e não do vírus causador da covid-19. 

Ainda na nota, o PT lamenta o ocorrido, e afirma que a atitude do vereador "representa uma ação violenta e desnecessária, além de ser uma grave ameaça à segurança sanitária". 

O idoso que teve o caixão violado é José Vieira do Carmo. De acordo com o Hospital Irmã Denise (Casu), localizado em Caratinga (MG), o homem deu entrada na unidade de saúde na noite do último sábado, e morreu poucas horas depois com síndrome respiratória aguda grave (SRAG) e apresentava sintomas condizentes com os do coronavírus. A família afirma que ele fez teste rápido para a doença e o resultado deu negativo. Um outro teste foi realizado, mas o resultado ainda não foi divulgado. 

Vereador será investigado pela polícia e por CPI 

Além de ser alvo de processo movido pela Executiva do PT, que pode culminar em sua expulsão do partido, o vereador também será investigado pela Polícia Civil por crime de infração de medida sanitária preventiva. 

Ainda, o parlamentar também pode virar alvo de CPI, segundo afirmou o presidente da Câmara Municipal de Santa Bárbara do Leste, Altair Nunes Ferreira( MDB-MG) que criticou a conduta do vereador, e disse que o petista será investigada por uma Comissão Parlamentar de Inquérito e, "tão logo o processo seja concluído, daremos maiores esclarecimentos sobre as medidas adotadas em razão deste lamentável evento". 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias