Terça, 25 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Geral Alerta

Foguete chinês descontrolado cairá na Terra nos próximos dias

Sua queda deve acontecer em qualquer ponto dentro desta área, com uma maior possibilidade de que os destroços pousem no oceano ou em regiões desabitadas. Mas o alerta de risco para a população ainda permanece.

06/05/2021 09h09
Por: Redação Fonte: TecMundo
Foguete chinês descontrolado cairá na Terra nos próximos dias

O foguete Long March-5B, usado no lançamento do módulo central da Estação Espacial Chinesa na última quinta-feira (29), está retornando à Terra em uma descida descontrolada, podendo atingir áreas habitadas nos próximos dias, conforme relatou o SpaceNews.

Depois de colocar o módulo Tianhe em órbita, o impulsionador se separou dele. Porém, o primeiro estágio do Long March-5B também foi parar nesta região do espaço por algum erro, e o seu atrito constante com a atmosfera terrestre tem o arrastado cada vez mais para perto do planeta.

Viajando a 7 km/s, o estágio central do foguete chinês, que tem aproximadamente 30 metros de comprimento, 5 metros de diâmetro e pesa 21 toneladas, não deve se queimar por completo durante a reentrada, como normalmente acontece com outros tipos de lixo espacial menores, justamente por causa das suas medidas.

Espera-se que partes dele resistam às altas temperaturas e caiam em uma área indefinida. O local exato da queda não pode ser apontado, pois há várias incertezas envolvidas no cálculo do efeito do arrasto atmosférico da nave, como a expansão ou a contração da atmosfera, causadas pela atividade do Sol.

Possível trajetória do objeto

Apesar da dificuldade de estimar o local onde o foguete chinês irá cair e também de definir a data, a inclinação orbital do objeto, de 41,5 graus, indica a sua passagem um pouco mais ao norte de cidades como Nova York (EUA), Madri (Espanha) e Pequim (China), e ao sul do Chile e de Wellington (Nova Zelândia), segundo a publicação.

Sua queda deve acontecer em qualquer ponto dentro desta área, com uma maior possibilidade de que os destroços pousem no oceano ou em regiões desabitadas. Mas o alerta de risco para a população ainda permanece.

Conforme o astrônomo Jonathan McDowell, que classificou o erro da agência espacial chinesa como “inaceitável”, o evento será a maior reentrada descontrolada de espaçonaves dos últimos anos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias