Quinta, 23 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Geral Caso Gael

Mãe de Gael é denunciada por agredir, asfixiar e matar filho de 3 anos

A Promotoria também pediu à Justiça que seja feito um exame de insanidade mental na paraibana.

21/05/2021 08h14 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Mãe de Gael é denunciada por agredir, asfixiar e matar filho de 3 anos

A paraibana Andréia Freitas de Oliveira, de 37 anos, foi denunciada pelo Ministério Público (MP), por agredir, asfixiar e matar o filho de 3 anos, Gael de Freitas Nunes. Andréia foi acusada nesta quinta (20) por homicídio doloso (intencional) qualificado por meio cruel, contra descendente e criança. 

A Promotoria também pediu à Justiça que seja feito um exame de insanidade mental na dona de casa. 

O menino foi morto no dia 10 de maio, em um apartamento onde morava com a mãe, a irmã dele de 13 anos e a tia-avó de Andréia, de 73 anos.

O laudo cadavérico apontou que além de sinais de maus-tratos, Gael teve o nariz e a boca tapados e o pescoço apertado, provavelmente pelas mãos da própria mãe. O menino ainda sofreu traumatismo e fratura no crânio, segundo os médicos que o atenderam.

O anel que ela usava foi apreendido por ser compatível com o ferimento causado na testa de Gael. 

A paraibana está presa preventivamente na Penitenciária de Tremenbé, em são Paulo, desde então por suspeita do crime. Quando foi interrogada, ela se manteve em silêncio.

A defesa diz que Andreia 'não se lembra de nada' e que teve surto psicótico.

Gael foi enterrado no dia 13 de maio em Prata, Cariri da Paraíba, cidade natal do pai dele, onde vive a família paterna.

Leia também:

Quase 170 tabletes de maconha pertencentes a um presidiário são apreendidos em casa desocupada, na Paraíba

Homem baleado é abandonado e morre próximo a hospital, na Paraíba

Jonathan e namorada são indiciados pela morte e ocultação de cadáver de Patrícia Roberta

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias