Segunda, 06 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Cidades Furto de água

Funcionário da CAGEPA é acusado de furtar água da adutora na região de Patos

De acordo com informações um funcionário está sendo acusado de ter danificado a adutora da CAGEPA para fazer uso ilegal da água e desviar para uso na sua propriedade.

03/02/2021 09h34
Por: Redação Fonte: Patosonline
Funcionário da CAGEPA é acusado de furtar água da adutora na região de Patos

Através de denúncia que foi apurada pela ouvidoria da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA), e que contou com o Instituto de Polícia Científica de Patos, um caso está tendo muita repercussão dentro da companhia e também fora dela, pois um funcionário estava sendo investigado por furto de água na adutora que abastece a cidade de Cacimba de Areia, Passagem e outras na região de Patos.

De acordo com informações um funcionário está sendo acusado de ter danificado a adutora da CAGEPA para fazer uso ilegal da água e desviar para uso na sua propriedade.

Essa não é a primeira vez que o funcionário é envolvido em uma celeuma deste tipo. Em outra ocasião, uma equipe de fiscalização da CAGEPA, com apoio do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), durante a Operação Onça D’água, flagrou um desvio de água no cano da adutora que passa no terreno da Fazenda Capuchim. Um laudo confirmou que a água usada na localidade era tratada.

O furto de água pode estar prejudicando diretamente o abastecimento na região de Cacimba de Areia e Passagem. Diante do dano na adutora, a pressão da água e a vazão foi diminuída e causou reclamações diversas.

Na noite desta terça-feira, dia 02, o diretor da CAGEPA, Regional das Espinharas, foi até a Delegacia de Polícia Civil para registrar o Boletim de Ocorrência diante das informações do IPC e da ouvidoria que instaurou a sindicância.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias