Terça, 07 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Paraíba

Polícia investiga desaparecimento de jovem de 21 anos e mãe acredita que filho já está morto, na Paraíba

Em uma foto que circula nas redes sociais, Joanderson aparece sentado no chão, como se estivesse coagido e uma pessoa com uma arma do lado, em uma espécie de tribunal do crime.

01/06/2021 07h57 Atualizada há 6 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Polícia investiga desaparecimento de jovem de 21 anos e mãe acredita que filho já está morto, na Paraíba

A polícia está investigando o desaparecimento de um jovem de 21 anos que sumiu desde o último sábado (29), na cidade de Bayeux, Grande João Pessoa.

Segundo informações, Joanderson Sousa da Silva havia saído a pé com duas amigas para comprar gasolina. No percurso, dois homens teriam chegado em um carro e obrigado o jovem a entrar dentro do veículo, poupando as mulheres.  Depois disso, ele não foi mais visto.

Em uma foto que circula nas redes sociais, Joanderson aparece sentado no chão, como se estivesse coagido e uma pessoa com uma arma do lado, em uma espécie de tribunal do crime.

A mãe do jovem disse que o filho é um rapaz trabalhador e que sempre ajudou os pais e nunca se envolveu em confusão. Ela acredita que o filho foi assassinado, conforme apurou o Notícia Paraíba.

O desaparecimento do jovem foi registrado na Delegacia de Polícia Civil e o caso está sendo investigado.

Leia também:

Jovem de 23 anos é assassinado a tiros na frente de casa, na Paraíba

Integrante da facção carioca Comando Vermelho é preso na Paraíba

Ocupação de leitos UTI Covid é superior a 80% e mais de mil pacientes estão internados com a doença na Paraíba

Novo decreto é preparado após piora da pandemia e alguns segmentos devem ser paralisados, na Paraíba

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias