Sábado, 25 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Geral Combate à Covid

Brasil vai antecipar 3 milhões de doses de vacina da Johnson, afirma ministro da Saúde

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (4) pelo ministro da Saúde em programa de televisão; data da chegada, porém, não foi informada.

04/06/2021 17h42 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: R7
Brasil vai antecipar 3 milhões de doses de vacina da Johnson, afirma ministro da Saúde

O Brasil deverá receber antecipadamente 3 milhões de doses da vacina da Jonhson, informou nesta sexta-feira (4) o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A declaração foi dada durante o programa CB.Poder, do jornal Correio Braziliense.

“Hoje mesmo nós fechamos com a Janssen [braço farmacêutico da Johnson & Johnson] para trazer mais 3 milhões de doses, que serão aplicadas agora no mês de junho”, indicou Queiroga sem dizer, no entanto, a data exata da chegada do imunizante.

A programação inicial previa a entrega de imunizante da Johnson a partir de julho, com 16,9 milhões de doses enviadas até setembro. As outras 21,1 milhões chegariam entre outubro e dezembro de 2021.

Ao contrário dos demais imunizantes em uso no país, a vacina da Johnson consegue proteger contra a covid-19 com uma única dose. Portanto, a chegada do carregamento de vacinas poderá imunizar mais 3 milhões de brasileiros.

Questionada sobre a declaração do ministro, a pasta confirmou que se trata de uma antecipação da primeira entrega do contrato. Procurada, a Janssen não tinha uma posição de imediato sobre a declaração de Queiroga.

Até o momento o Brasil conta com três vacinas disponíveis para imunizar a população contra a Covid-19: Oxford/AstraZeneca, CoronaVac, da chinesa Sinovac, e Pfizer.

O Brasil vacinou até o momento 47,6 milhões de pessoas com a primeira dose, o equivalente a 22,6% da população, mas somente 22,7 milhões com as duas doses, o que representa 10,8%.

Leia também:

Secretário de Saúde de Patos morre de coronavírus aos 42 anos

Jornalista de Patos morre aos 44 anos vítima da Covid-19

Justiça da Paraíba pede suspensão do funcionamento das academias e flexibilização do horário de bares de João Pessoa

Justiça suspende decreto de Cabedelo e proíbe funcionamento de academias e flexibilização de bares

Homem é assassinado em banco de praça por dupla moto em no Centro de João Pessoa

Jovem com sintomas de Covid demora 7 dias para procurar atendimento e morre após dar entrada em hospital, na Paraíba

Idoso de 74 anos é morto a facadas na Paraíba

Grávida é agredida a socos pelo companheiro, na Paraíba

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias