Sábado, 25 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Cidades MPPB

Mais quatro cidades da Paraíba devem proibir fogueiras e queima de fogos de artifício

As providências necessárias para proibição e fiscalização da prática deve ficar por conta dos municípios.

07/06/2021 18h50
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Mais quatro cidades da Paraíba devem proibir fogueiras e queima de fogos de artifício

As cidades de São Bento, Paulista, Caaporã e Pitumbu devem proibir fogueiras e queima de fogos de artifício. A recomendação é do Ministério Público da Paraíba e a medida deve ser adotada durante o período em que vigorar a pandemia da Covid-19.

Segundo o órgão, a tradição de acender fogueiras e queimar fogos de artifício, naturalmente, provoca aglomerações, comprometendo a eficácia do isolamento social como medida de contenção da pandemia.

Além disso, o MPPB destacou que a poluição atmosférica e fumaça produzida por fogueiras eleva os riscos de problemas respiratórios e pode agravar os pacientes que estão contaminados, além de aumentar os acidentes com queimaduras, contribuindo para a superlotação da rede hospitalar e dificultando o combate à Covid-19.

As providências necessárias para proibição e fiscalização da prática deve ficar por conta dos municípios.

Leia também:

Jovem de 25 anos é assassinada com vários tiros e ex-namorado é suspeito de cometer o crime, na Paraíba

Criança de 12 anos morre eletrocutada por fio de alta tensão na Paraíba

Paraíba confirma dois casos suspeitos de infecção por 'fungo negro'

Menina de 9 anos é morta ao abraçar o pai enquanto ele era executado a tiros, na Paraíba

Pai e filha de 6 anos são mortos a tiros, na Paraíba

Patos estabelece  toque de recolher, proíbe venda de bebidas alcoólicas e decreta lockdown nos fins de semana

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias