Terça, 22 de Junho de 2021
83 9 9869-1587
Cidades 14 anos e 9 meses

Servidor de prefeitura da Paraíba é condenado a 14 anos de prisão por estuprar criança de 10 anos

Além da pena, a justiça ainda requereu que a prefeitura municipal desinstituisse o servidor do cargo público.

11/06/2021 09h40
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Servidor de prefeitura da Paraíba é condenado a 14 anos de prisão por estuprar criança de 10 anos

Um servidor público da prefeitura de Itaporanga, Alto Sertão da Paraíba, foi condenado a uma pena de mais de 14 anos de prisão por estupro de vulnerável.

O caso ocorreu em 2020 e o homem que tem 44 anos estava detido em prisão preventiva na cadeia pública da cidade aguardando a audiência.

A audiência ocorreu nesta quinta-feira (10), e o juiz João Espínola Neto, condenou o acusado a uma pena de 14 anos e 9 meses de prisão.

Conforme o processo do réu, ainda consta a prática de atos libidinosos de mais três crianças, o que pesou na decisão da sentença, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Além da pena, a justiça ainda requereu que a prefeitura municipal desinstituisse o servidor do cargo público.

O acusado será transferido para outro presídio, a pedido do diretor da cadeia pública de Itaporanga.

Leia também:

Tio é assassinado a tiros na frente do sobrinho durante assalto na Paraíba

Marido da diretora do Hospital Santa Isabel morre de Covid duas semanas depois de perder a mulher para a doença

Primeira parcela do 13º salário de todos servidores da Paraíba será paga nesta sexta

Paraíba bate recorde e registra quase 4 mil novos casos de Covid-19 em 24 horas

Mais de 300 pessoas já morreram em Santa Rita por complicações da Covid desde o início da pandemia

Paraíba deve abrir concursos para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros com 1,4 mil vagas

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias