22°C 27°C
João Pessoa, PB
Publicidade

Forças Armadas vão permitir alistamento militar feminino pela 1ª vez em 2025

A ideia é que o alistamento aconteça nos mesmos moldes do serviço militar masculino, mas sem a obrigatoriedade

04/06/2024 às 03h33 Atualizada em 04/06/2024 às 10h51
Por: Redação
Compartilhe:
Forças Armadas vão permitir alistamento militar feminino pela 1ª vez em 2025

Pela primeira vez na história, Exército, Marinha e Aeronáutica devem passar a receber o alistamento militar de mulheres na carreira de soldado. A previsão é que isso aconteça em 2025, com ingresso em 2026.

Uma portaria assinada em abril pelo ministro da Defesa, José Mucio Monteiro, instituiu um grupo de trabalho para definir os procedimentos necessários para a entrada das mulheres.

A ideia é que o alistamento aconteça nos mesmos moldes do serviço militar masculino, mas sem a obrigatoriedade. A duração é de 12 meses iniciais, com possibilidade de prorrogação por até oito anos (96 meses). Nesse caso, o jovem deixa a Força como 3º sargento.

Em nota, o Ministério da Defesa afirmou que, a pedido de Mucio, Marinha, Exército e Força Aérea realizam estudos sobre o tema. Hoje mulheres são autorizadas a entrar nas Forças Armadas apenas pelas escolas de preparação de oficiais, como a Escola de Saúde do Exército (EsSEx) e o Instituto Militar de Engenharia (IME).

Segundo informações da "Folha de S. Paulo", o ministro tinha determinado que as vagas reservadas às mulheres alcançassem 20% das cerca de 85 mil pessoas que entram no serviço militar anualmente. Mas ainda há divergências entre os comandantes das Forças.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias