Quarta, 08 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Brasil Combate à Covid

Brasil vai receber 15 milhões de doses da vacina da Pfizer em julho

De acordo com a pasta, a previsão inicial era a de que 8 milhões de doses chegassem no próximo mês, mas, após conversas com a farmacêutica, o Brasil vai receber uma quantidade maior.

16/06/2021 18h45 Atualizada há 6 meses
Por: Redação Fonte: G1
Brasil vai receber 15 milhões de doses da vacina da Pfizer em julho

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (16) que vai receber, em julho, 15 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. De acordo com a pasta, a previsão inicial era a de que 8 milhões de doses chegassem no próximo mês, mas, após conversas com a farmacêutica, o Brasil vai receber uma quantidade maior. 

O anúncio ocorre dois dias após uma reunião entre executivos da farmacêutica e representantes do governo, entre eles o presidente Jair Bolsonaro. Acompanhado de ministros, Bolsonaro conversou por videoconferência com o presidente da farmacêutica para a América Latina, Carlos Murillo. 

A Pfizer é a empresa que teve ofertas de venda de vacinas contra Covid-19 rejeitadas pelo governo desde o segundo semestre de 2020. O governo afirma que o laboratório estabelecia condições "draconianas" nos contratos. A principal queixa de Bolsonaro e do então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, era a de que a Pfizer não se responsabiliza por eventuais efeitos colaterais da vacina. 

Cronograma atual 

O governo federal assinou dois contratos com a Pfizer, cada um para a compra de 100 milhões de doses. A projeção de entregas de vacinas Covid-19 do Ministério da Saúde, atualizada semanalmente, da última quarta-feira (9) previa o seguinte cronograma de entrega de doses da Pfizer até o final de 2021: 

Primeiro contrato: 

12 milhões de doses em junho de 2021; 

8 milhões de doses em julho de 2021; 

76 milhões de doses em agosto e setembro de 2021. 

Segundo contrato: 

100 milhões de doses no quarto trimestre de 2021. 

As remessas entregues até esta segunda-feira foram distribuídas em lotes: 

29 de abril: 1 milhão de doses 

5 de maio: 628.290 mil doses 

12 de maio: 628.290 mil doses 

19 de maio: 629.460 mil doses 

26 de maio: 629.460 mil doses 

1º de junho: 936 mil doses 

2 de junho: 936 mil doses 

3 de junho: 527.670 mil doses 

8 de junho: 526.500 mil doses 

9 de junho: 936 mil doses 

10 de junho: 936 mil doses 

Governo não quis comprar 

A Pfizer ofereceu 70 milhões de doses ao Brasil em agosto de 2020, que poderiam começar a ser entregues em dezembro do mesmo ano. Mas o governo brasileiro não quis. Só depois, em março de 2021, no auge da pandemia, foi firmado um contrato. 

A recusa das primeiras ofertas da Pfizer é um ponto da atuação do governo avaliado pela Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado que investiga as ações e omissões do governo no combate à pandemia de Covid-19. 

Leia também:

Com Covid, prefeito de Cajazeiras tem piora no quadro de saúde, é intubado e será transferido para São Paulo

Novas amostras serão coletadas para investigar se existem outros casos da variante Alpha na Paraíba

Homem é morto a tiros e ex-enteado é suspeito de cometer o crime devido as ameaças que vítima fazia a mãe, na Paraíba

Jovens de 18 e 23 anos suspeitos de praticarem 20 assaltos em um dia são presos após troca de tiros com PM de folga, na Paraíba

Adolescente de 16 anos recebe alta após passar duas semanas intubada em UTI com Covid-19, na Paraíba

Gravação de um show com mais de 50 pessoas é encerrada pela PRF e organizador do evento é detido, na Paraíba

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias