Quinta, 16 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Geral Caso Lázaro

Caçada a Lázaro faz PM criar barreira e impedir moradores de voltarem para casa

Com marido e filha em fila de carros provocada pela barreira, moradora põe até sofá na porta para evitar invasão do criminoso.

24/06/2021 20h40 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: R7
Caçada a Lázaro faz PM criar barreira e impedir moradores de voltarem para casa

Uma barreira policial montada em uma estrada de terra que dá acesso ao local no município de Girassol (GO), onde foram intensificadas as buscas por Lázaro Barbosa, impede que moradores da região voltem para casa na noite desta quinta-feira (24). Conhecido como "serial killer do DF", Lázaro é perseguido há 16 dias em cidades do interior de Goiás. 

Uma operação pente fino acontece na área isolada pela Polícia Militar. A imprensa não consegue acessar a área de buscas e uma fila de carros de moradores da região se estende desde o início da tarde na estrada de terra, que está fechada desde as 14h.

Moradores que não conseguem voltar para suas casas estão preocupados com os parentes que estão trancados nas residências. "Meu marido tá na estrada, nesse congestionamento. Tá sendo muito difícil, tô muito preocupada", contou ao Cidade Alerta, da Record TV, uma moradora da região que está sozinha em casa, de portas fechadas, com medo da passagem do criminoso.

"Tô aqui trancada dentro de casa. Não ouço nada. Ontem eles passaram a noite aqui, mas hoje não estou vendo nada, porque estamos trancados. Nem meu marido, nem minha filha podem voltar porque estão presos neste bloqueio." Ela contou que colocou o sofá para reforçar a segurança da porta e impedir uma possível invasão de Lázaro. O marido, parado na barreira, expressou preocupação com um possível ataque durante a madruada. "Vou ficar no carro aqui até liberar, até amanhã cedo", afirmou.

Na região fechada pela barreira, fica uma chácara onde houve um tiroteio nesta quinta-feira (24) e que foi vasculhada entre 14h e 17h, quando helicópteros sobrevoaram a área. O secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, também esteve no local neste horário, mas voltou no fim da tarde para a base da polícia, localizada em uma escola municipal de Girassol.

No início da noite, as ações foram retomadas e o secretário retornou à área. No início da noite, quatro peritos foram acionados para reforçar o trabalho da polícia na região.

Leia também:

Vereadora de cidade da Paraíba morre aos 40 anos por complicações da Covid-19

Jovem de 26 anos é obrigada a pedir demissão e mantida em cárcere privado por vários dias em hotel na Paraíba

"Se você não voltar pra mim, vou tirar o que você mais ama", ameaçou homem a ex-mulher antes de matar a própria filha, na Paraíba

Pessoas com 45 anos ou mais sem comorbidades serão vacinadas nesta sexta em João Pessoa

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias