Terça, 25 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Geral Paraíba

Sargento da PM que atirou em estudante durante confusão em praça vai responder processo em liberdade

Sargento Sousa se apresentou na tarde do último sábado na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. Acompanhado de advogados, o policial prestou depoimento durante quase uma hora e foi liberado em seguida.

12/07/2021 09h00 Atualizada há 6 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Sargento da PM que atirou em estudante durante confusão em praça vai responder processo em liberdade

O sargento da Polícia Militar que atirou em um jovem de 26 anos durante uma confusão em uma praça, na madrugada do último sábado (10), no bairro do Geisel, em João Pessoa, vai responder o processo em liberdade.

A confusão ocorreu durante uma aglomeração, onde jovens estavam na praça e o próprio sargento, que mora em frente, acionou a Polícia Militar.

Durante o tumulto, um dos jovens xingou o policial, que estava à paisana, e ele acabou atirando e o estudante foi baleado no abdomem.

Sargento Sousa se apresentou na tarde do último sábado (10), na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. Acompanhado de advogados, o policial prestou depoimento durante quase uma hora e foi liberado em seguida.

Segundo o corregedor-geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Severino do Ramo Gerônimo, o policial vai responder em liberdade. Coronel Gerônimo disse que um inquérito administrativo será aberto na Corregedoria da PM para investigar o caso e verificar se o sargento já tinha histórico de transgressão disciplinar, e a partir da conclusão do procedimento é que as medidas cabíveis devem ser tomadas, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Fransuar Medeiros Marques foi socorrido por terceiros para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, passou por procedimento cirúrgico e permanece internado. O estado de saúde dele é estável.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias