Sábado, 22 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Brasil Caso Henry

Avô materno do menino Henry Borel morre de Covid-19

Os advogados de Monique solicitaram à direção do Instituto Penal para que ela acompanhe o enterro do corpo do pai e o pedido ainda está sendo avaliado.

12/07/2021 11h02 Atualizada há 6 meses
Por: Redação Fonte: G1
Avô materno do menino Henry Borel morre de Covid-19

O avô materno do menino Henry Borel morreu no domingo (11), vítima de Covid-19. A informação foi confirmada pelos advogados da mãe do menino, Monique Medeiros.

A professora está presa por suspeita de tortura e homicídio triplamente qualificado do próprio filho, coação no curso do processo e fraude processual.

Fernando José Fernandes da Costa e Silva estava internado em um hospital particular em Bangu, na Zona Oeste do Rio, mas não resistiu.

Por volta das 9h30 desta segunda-feira (12), os advogados estavam no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, onde Monique está, para dar a notícia da morte de seu pai.

Os advogados de Monique solicitaram à direção do Instituto Penal para que ela acompanhe o enterro do corpo do pai. O pedido ainda está sendo avaliado.

Henry morreu no dia 8 de março. Segundo a polícia, em consequência de agressões cometidas pelo ex-vereador Dr. Jairinho, ex-companheiro de Monique. Segundo as investigações, Monique sabia das agressões e as omitiu.

Além da morte de Henry, Jairinho também foi denunciado outras três vezes pelo Ministério Público – duas por torturar filhos de ex-namoradas e uma por violência doméstica.

Além disso, no dia 30 de junho, Jairinho se tornou o primeiro vereador do Rio de Janeiro a perder o mandato na Câmara por quebra de decoro parlamentar.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias