Sábado, 25 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Polícia Operação Acalento

Quase 40 pessoas são presas suspeitas de abusar sexualmente de crianças e adolescentes e outros crimes de violência contra menores na Paraíba.

A Operação Acalento mobilizou um total de 96 policiais civis e 24 viaturas e contou com o apoio dos conselhos tutelares em praticamente todos os municípios do estado.

16/07/2021 11h49 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Quase 40 pessoas são presas suspeitas de abusar sexualmente de crianças e adolescentes e outros crimes de violência contra menores na Paraíba.

Quase 40 pessoas foram presas suspeitas abusar sexualmente de crianças e adolescentes e outros crimes de violência contra menores na Paraíba.

Denominada ‘Operação Acalento”, a operação ocorre em 1.047 municípios e na Paraíba, a ação está sendo coordenada pelo Delegado Seccional da 1ª Delegacia, DPC Pedro Ivo Soares Bezerra.

Segundo o delegado, as investigações tiveram início no dia 4 de junho e ao todo, 37 pessoas foram presas durante a ação, todos suspeitos de abusar sexualmente de crianças e adolescentes e cometerem crimes de violência contra menores.

Ainda de acordo com o delegado, a Polícia Civil da Paraíba atendeu a um total de 283 crianças e adolescentes e realizou 200 visitas e diligências preventivas.

A delegada Joana Darc, da Delegacia da Infância e Juventude, em João Pessoa, relatou que relatou que em grande parte das situações, as crianças ou adolescentes são abusadas pelos próprios familiares e em um dos casos, um pai abusou sexualmente de duas filhas durante vários anos.

Segundo a delegada, um dos casos que mais chamou atenção foi o de uma mãe que colocava um colchão na sala da casa a filha, de 11 anos de idade, dormir com o um conhecido da família , de 37 anos, e manter relações sexuais com ela.

A Operação Acalento mobilizou um total de 96 policiais civis e 24 viaturas e contou com o apoio dos conselhos tutelares em praticamente todos os municípios do estado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias