Terça, 03 de Agosto de 2021
83 9 9869-1587
Brasil Hello Kitty

Pistola rosa e com flores é apreendida em operação que terminou com traficante Hello Kitty morta

Armamento chamou atenção por se diferenciar dos outros itens apreendidos. Ação terminou com Rayane Nazareth Cardoso da Silveira e outros três suspeitos mortos.

19/07/2021 16h42 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: G1
Pistola rosa e com flores é apreendida em operação que terminou com traficante Hello Kitty morta

A ação dos policiais do 7º BPM, em São Gonçalo, na sexta-feira (16) no Complexo do Salgueiro, que terminou com morte de duas lideranças do tráfico local, o traficante Alessandro Luiz Viera Moura, o Vinte Anos, e a criminosa Rayane Nazareth Cardoso da Silveira, a Hello Kitty, teve ainda a apreensão de armas.

Uma delas chamou atenção por se tratar de uma pistola estilizada na cor rosa e com flores, e foi apreendida no local do confronto, juntamente com dois fuzis e uma pistola convencional.

Questionada de quem seria a arma, a Polícia Militar informou que esse tipo de confirmação só é possível após avaliação pericial.

Além de Hello Kitty e Vinte anos, outros dois traficantes foram mortos na ação: Mikhael Wander Miranda Marins, que é filho do pastor Vanderlei Batista Marins, da Primeira Igreja Batista de Alcântara, e um quarto elemento que não foi identificado.

Em suas redes sociais, a igreja mencionou a morte, informou sobre o sepultamento e pediu orações para o pastor e sua esposa. "É com grande pesar que a Primeira Igreja Batista em Alcântara (PIBA) comunica o falecimento de Mikhael Wander Miranda Marins, filho do nosso querido Pastor Vanderlei Batista Marins e da irmã Rita de Cássia Silva Miranda Marins Marins, ocorrido nesta sexta-Feira (16). Ficamos extremamente entristecidos e consternados. Pedimos encarecidamente suas orações para o nosso pastor e esposa, assim como todos o seus familiares e amigos", postou.

Quem era a traficante Hello Kitty

Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty, de 21 anos, que morreu em uma operação no Salgueiro, em São Gonçalo, nesta sexta-feira (16). Era uma criminosa jovem e, mesmo assim, conhecida na hierarquia do tráfico na Região Metropolitana do Rio.

Investigada por crimes que vão de roubos a homicídios, ela era gerente do tráfico na comunidade Nova Grécia, também em São Gonçalo.

O apelido Hello Kitty é dessa época e teria sido dado por criminosos, por ela ser menina e meiga, mas ao mesmo tempo corajosa e ousada como os bandidos mais experientes.

Em novembro de 2015, ela fez uma tentativa de deixar o mundo do crime e passou a frequentar uma igreja evangélica junto com parentes e amigos. Lá, ela descobriu o dom de cantar e passou a se apresentar nos cultos da igreja.

A fase evangélica durou alguns meses e ela voltou à vida do crime. Em 2016, ficou grávida. O filho de Hello Kitty tem 4 anos.

Em 2018, Rayane entrou na mira da polícia. Com idade entre 18 e 19 anos ela já havia cometido uma série de roubos e era denunciada por vítimas na região do Fonseca, bairro da Zona Norte de Niterói.

Ela praticava os crimes com um namorado, que morreu em Minas Gerais, segundo a Polícia Civil. Nas redes sociais, Hello Kitty, além das armas, sempre deixava à mostra uma tatuagem de gueixa que tinha na perna.

Perfil da traficante

Rayane morou no Morro do Sabão, em Niterói, e depois foi para a Nova Grécia, onde morava sua família.

Foi lá que ela conheceu o traficante Alessandro Luiz Viera Moura, o Vinte Anos, apontado como chefe do tráfico da região, e mudou de facção — da ADA para o Comando Vermelho.

Até esta sexta-feira, Hello Kitty era gerente geral do tráfico no Complexo do Salgueiro, chefiado por Vinte Anos. O traficante era tratado com reverência por Rayane, que fez uma tatuagem em sua homenagem. Os dois foram mortos na operação policial.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias