Domingo, 17 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Geral Reflexo da vacinação

Paraíba continua em declínio nos números da Covid e 8 mortes são confirmadas nas últimas 24 horas

As vítimas foram sete homens e uma mulher, com idades entre 47 e 105 anos.

25/07/2021 16h44 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Paraíba continua em declínio nos números da Covid e 8 mortes são confirmadas nas últimas 24 horas

A Paraíba continua em queda nos números relacionados ao novo coronavírus e oito mortes foram confirmadas e 611 novos casos da doença foram registrados, segundo boletim divulgado neste domingo (25), pela Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com a SES, todas as mortes ocorreram nas últimas 24 horas.

As vítimas foram sete homens e uma mulher, com idades entre 47 e 105 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e um não tinha comorbidade.

As cidades de Campina Grande, João Pessoa, Bayeux, Patos, Sapé e Caaporã concentram 307 novos casos, o que corresponde a 50,2% dos casos registrados neste domingo.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 32%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 26%. Em Campina Grande estão ocupados 40% dos leitos de UTI adulto e no sertão 45% dos leitos de UTI para adultos. 

De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 24 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 371 pacientes estão internados nas unidades de referência.

O boletim registra ainda um total de 291.230 pacientes recuperados da doença.

Agora, a Paraíba totaliza 8.938 mortes por complicações da Covid-19 e 418.377 casos confirmados da doença, distribuídos por todos os 223 municípios.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias