Terça, 07 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Absurdo

Mãe é presa suspeita de permitir que companheiro abusasse sexualmente dos quatro filhos, na Paraíba

Uma das meninas chegou a contar sobre a situação para a mãe, mas ela não acreditou na menina e ameaçou a filha caso ela falasse sobre os abusos para alguém.

26/07/2021 18h25 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Mãe é presa suspeita de permitir que companheiro abusasse sexualmente dos quatro filhos, na Paraíba

Uma mulher foi presa na tarde desta segunda-feira (26), suspeita de permitir que o companheiro abusasse dos quatro filhos dela, na cidade de Santa Rita, na Paraíba.

O caso já estava sendo investigado pela Polícia Civil da Paraíba, através do trabalho investigativo desenvolvido por policiais da 5ª Delegacia Seccional em Santa Rita e de acordo com as investigações, o homem abusava das crianças dentro da própria casa e a mulher sabia dos abusos.

Duas crianças são filhas do primeiro relacionamento da vítima e as outras duas eram filhas do casal.

De acordo com a delegada da Mulher, Paula Monalisa, todas as quatro crianças, sendo os dois filhos e dois enteados, sofriam abusos do homem.

A delegada explicou que o caso só foi descoberto porque uma das meninas foi passar o réveillon da casa de uma tia, irmã da mãe, e contou que ela e os irmãos eram abusados constantemente pelo homem.

Uma das meninas chegou a contar sobre a situação para a mãe, mas ela não acreditou na menina e ameaçou a filha caso ela falasse sobre o fato para alguém.

A tia informou o caso à polícia que passou a investigar a denúncia.

A mãe das crianças foi presa na cidade de Santa Rita e o homem foi preso na zona rural de Rio Tinto.

A delegada disse também que além dos abusos sexuais, as crianças sofriam violência física e agressões verbais.

A mulher prestou depoimento e será encaminhada para o sistema penitenciário. Já o homem suspeito de cometer os abusos está custodiado pela polícia do Rio Grande do Norte e deverá ser encaminhado à Paraíba, que foi onde ocorreram os crimes.

As crianças estão sob a guarda de um abrigo sob a supervisão da Vara da Infância e Juventude, e do Conselho Tutelar.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias