Quinta, 23 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Política Na Paraíba

Presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba irá processar o Cabo Gilberto no Conselho de Ética

Segundo o presidente Adriano Galdino, o deputado Cabo Gilberto o chamou por várias vezes de “ditador, covarde, mentiroso e autoritário"

03/08/2021 15h31
Por: Redação Fonte: Portal Correio
Deputado Cb Gilberto
Deputado Cb Gilberto

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), vai acionar o líder da bancada de oposição na Casa, deputado Cabo Gilberto (PSL), no Conselho de Ética da Casa e também na Justiça comum. A decisão foi anunciada, nesta terça-feira (3), durante a sessão ordinária.

“A forma como o deputado se dirigiu a mim em uma rádio foi o que me motivou a ingressar na Justiça e no Conselho de Ética”, disse Galdino. Ele completou dizendo que vai entregar a representação ao deputado Manoel Ludgério (PSD), que preside o Conselho, nos próximos dias. Também afirmou que também moverá um processo contra o Cabo Gilberto na Justiça para reparação de danos morais. As informações são do jornalista Sony Lacerda da Rede Correio Sat.

Durante entrevista à imprensa, no último fim de semana, Cabo Gilberto chamou, de forma reiterada, o presidente do Poder Legislativo de “ditador, covarde, mentiroso e autoritário”. Ainda durante a sessão, o parlamentar disse que apenas se defendeu por ter sido chamado de “imbecil” por Adriano Galdino. Disse ainda que não tinha nada pessoal contra o presidente.

Em nota, Cabo Gilberto disse: “Inicialmente, é importante destacar que sempre respeitei todas as pessoas, independente do cargo que ocupe ou da sua posição na sociedade. Respeito é um dos pilares da sociedade; contudo, é um caminho de via dupla, que deve ser seguido por todos”.

De acordo com o deputado, ocorreram diversos episódios em que o presidente da ALPB o atacou diretamente na honra, pelo simples fato de estar exercendo as funções parlamentares. “Por diversas vezes, minhas falas foram cortadas, meus requerimentos foram ignorados sem justificativa e meu direito ao exercício do contraditório e ampla defesa foi cerceado”, disse.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias