Sexta, 28 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Preso

Integrante de quadrilha comandada de dentro de presídio por ex-fugitivo do PB-01 é preso pela PF

Conforme as investigações, desde que ‘De Menor’ foi preso, Ricardo assumiu a sua posição nos negócios ilícitos do bando na região Centro-Oeste.

17/08/2021 11h07 Atualizada há 5 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Integrante de quadrilha comandada de dentro de presídio por ex-fugitivo do PB-01 é preso pela PF

Um dos integrantes suspeitos de comandar a quadrilha de assaltos a bancos liderada pelo ex-fugitivo do PB-01, foi preso nesta terça-feira (17), em uma operação da Polícia Federal.

José Ricardo de Souza Silva, conhecido como 'Seu Chico' ou 'Nogueira', se encontrava foragido da Justiça paraibana desde sua progressão de regime em 2020 e mantinha relações próximas com Antônio Arcênio de Andrade Neto, conhecido como 'De Menor', que também foi alvo da operação desta terça (17). 

Antônio encontra-se recolhido no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, tendo sido expedido contra o mesmo mandado de prisão preventiva, a ser cumprido por ocasião da deflagração da Operação.

‘De Menor’, de 27 anos, estava foragido desde o dia 10 de setembro de 2018 quando houve a fuga de quase 100 detentos do Presídio PB-01, em João Pessoa. Ele foi preso no dia 27 de junho desse ano, em São Paulo, através de um mandado de prisão preventiva em um condomínio de luxo na cidade de Campinas. Ele está preso no Presídio Federal de Catanduvas.

Conforme as investigações, desde que ‘De Menor’ foi preso, Ricardo assumiu a sua posição nos negócios ilícitos do bando na região Centro-Oeste. Na casa do foragido, a polícia encontrou várias armas, munições, joias e dinheiro.

‘De Menor’ é acusado de diversos crimes graves, incluindo roubo a carro forte na BR-230, na área do município de Cruz do Espírito Santo, no dia 6 de agosto de 2018, onde também participou e foi preso Romário Gomes Silveira, outro fugitivo do PB1.

A operação desencadeada nesta terça teve como objetivo desarticular a ramificação da quadrilha instalada nas cidades de Canhotinho e Caruaru, em Pernambuco, e que estaria sendo comandada pelo preso.

Na operação denominada ‘Menoridade’, em referência ao apelido do criminoso, três mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária foram cumpridos, além do bloqueio judicial de diversas contas bancárias usadas pelos membros da quadrilha para movimentar os valores do tráfico. Ao todo, foram 19 mandados de busca de apreensão em endereços nas cidades de Campina Grande e São Bento, na Paraíba; Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Canhotinho, em Pernambuco e Goiânia, em Goiás.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias