Domingo, 23 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Feminicídio

Homem mandou foto de paraibana morta com tiro na cabeça para mãe da vítima após cometer o crime

Cecília foi morta com um tiro na cabeça após ser mantida refém pelo ex-marido em um apartamento em São Paulo.

18/08/2021 08h58
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Homem mandou foto de paraibana morta com tiro na cabeça para mãe da vítima após cometer o crime

Rafael dos Santos, ex-marido da paraibana Maria Cecília Barbosa, de 32 anos, mandou uma foto da mulher morta para a mãe da vítima, que mora em Campina Grande, minutos após cometer o crime.

Cecília foi morta com um tiro na cabeça após ser mantida refém pelo ex-marido em um apartamento em São Paulo.

A paraibana estava separada de Rafael há algum tempo e segundo familiares, a mulher tinha uma medida protetiva contra o ex-marido, o que não o impediu de cometer o crime.

Rafael manteve Cecília refém na última segunda-feira (16), em um apartamento na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo. 

Após matar a ex-companheira com  um tiro na cabeça, o homem fez uma chamada de vídeo para a mãe de Cecília. A ligação não foi atendida e Rafael enviou a foto da filha morta para a ex-sogra.

Após os tiros, moradores da localidade acionaram a Polícia Militar e o homem chegou a balear três policiais e no confronto também foi atingido com um tiro.

Os PMs foram levados para o hospital, passaram por atendimento e não correm risco de morte.

O suspeito do crime foi encaminhado para o Hospital Geral de Guarulhos, onde passou por cirurgia e permanece internado sob custódia policial.

Maria Cecília de Aguiar era natural de Barra de Santana, Cariri da Paraíba e morava há alguns anos em São Paulo. O casal tinha três filhos.

O corpo da paraibana será sepultado em São Paulo, conforme apurou o Notícia Paraíba.

O caso será investigado e o suspeito deve ser indiciado pelo crime de feminicídio.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias