Sexta, 03 de Dezembro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Abandono de incapaz

Avó materna recebe guarda da recém-nascida abandonada na calçada,na Paraíba

A criança, batizada pelos profissionais de saúde como Ana Vitória, foi abandonada pela mãe de 19 anos e uma calçada de uma vila e foi encontrada por uma moradora do local.

31/08/2021 12h20 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Avó materna recebe guarda da recém-nascida abandonada na calçada,na Paraíba

A recém-nascida abandonada em uma calçada no dia 23 deste mês foi entregue para ficar sob guarda provisória da avó materna, na manhã desta terça feira (31).

O Notícia Paraíba entrou em contato com o juiz da Infância e da Juventude, Adhailton Lacet Correia Porto. “Eu entendi por bem que no momento a criança deve ficar sob a guarda provisória da avó materna, então determinei que ela fosse desacolhida e entregue imediatamente a avó que vai ficar agora sob os cuidados da criança”, disse o juiz. 

O Conselho Tutelar ficará acompanhando e a equipe fará um estudo psicossocial do caso enquanto tramita o processo judicial de medida protetiva, de acordo com Adhailton.

A criança, batizada pelos profissionais de saúde como Ana Vitória, foi abandonada pela mãe de 19 anos e uma calçada de uma vila e foi encontrada por uma moradora do local.

Câmeras de monitoramento registraram o momento em que a jovem abandonou a recém-nascida e antes de deixar a criança deu um beijo nela, como se estivesse se despedindo.

A mãe foi localizada e se apresentou à polícia na última quarta-feira (25) junto com a avó da criança e falou que ficou com medo da reação da família ao descobrir sobre a gravidez, e, por isso, escondeu a gestação até o final e decidiu deixar a filha, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias