Quarta, 19 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Crime Brutal

Morre mãe que se jogou na frente dos tiros pra defender filho que seria assassinado, na Paraíba

Maria Graciete Valdivino da Silva, de 55 anos, estava internada desde a última terça-feira (31) no Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande, após ser baleada com três tiros na cabeça.

06/09/2021 15h56 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Morre mãe que se jogou na frente dos tiros pra defender filho que seria assassinado, na Paraíba

Morreu, nesse domingo, a mãe que se jogou na frente do filho para tentar defendê-lo de um assassinato, no município de Massaranduba, Agreste da Paraíba. 

Maria Graciete Valdivino da Silva, de 55 anos, estava internada desde a última terça-feira (31) no Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande, após ser baleada com três tiros na cabeça. 

Segundo a Polícia Militar, dois homens invadiram a casa da mulher para matar o filho dela que é um ex-presidiário e tem vários inimigos. 

Quando a mulher percebeu que o filho seria morto, ela se agarrou com ele, ficou na frente dos suspeitos e um dos homens atirou várias vezes. 

Mesmo vendo a mãe baleada e caída ao chão, o filho dela, que seria o alvo dos suspeitos, Renan da Silva Teixeira, de 30 anos, fugiu em uma moto. 

Os suspeitos do crime fugiram e ainda não foram localizados. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias