Quarta, 19 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Não resistiu

Filho não comparece a enterro da mãe que morreu baleada com três tiros na cabeça ao tentar defendê-lo de assassinos, na Paraíba

Quando a mãe percebeu que o filho seria morto, ela se agarrou com ele, ficou na frente dos suspeitos e um dos homens atirou várias vezes.

06/09/2021 18h37
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Filho não comparece a enterro da mãe que morreu baleada com três tiros na cabeça ao tentar defendê-lo de assassinos, na Paraíba

Ocorreu na tarde desta segunda-feira (6), o enterro de uma mulher de 50 anos que sofreu três tiros na cabeça ao tentar defender o filho de uma execução na cidade d Massaranduba, Agreste da Paraíba.

O crime ocorreu na última quarta-feira (1º), quando dois homens invadiram a casa da mulher para matar o filho dela que é um ex-presidiário e tem vários inimigos. Quando a mãe percebeu que o filho seria morto, ela se agarrou com ele, ficou na frente dos suspeitos e um dos homens atirou várias vezes.

Mesmo vendo a mãe baleada e caída ao chão, o filho dela, que seria o alvo dos suspeitos, Renan da Silva Teixeira, de 30 anos, fugiu em uma moto.

Graciete Valdevino Teixeira foi baleada com três tiros na cabeça e socorrida em estado grave por vizinhos que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), e levada para o Hospital de Emergência e Trauma em Campina Grande. 

A mulher não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu nesta segunda-feira (6).

O filho não compareceu ao enterro da mãe e permanece foragido. Os suspeitos de terem cometido o crime ainda não foram localizados e o caso segue sendo investigado pela Polícia Civil

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias