Sexta, 24 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Geral Recompensa

Deputado oferece recompensa de R$ 10 mil para quem encontrar motorista suspeito de atropelar e matar motoboy, na Paraíba

O suspeito é Ruan Macário, empresário da cidade de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba. Ele fugiu após o acidente e ainda não foi localizado.

12/09/2021 13h15 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Suspeito
Suspeito

O deputado federal Julian Lemos, publicou em suas redes sociais, neste domingo (12) um apelo para encontrar o motorista suspeito de atropelar o motoboy Kelson Marques de Sousa, de 33 anos, morto em um acidente de trânsito na manhã desse sábado, no Retão de Manaíra, em João Pessoa.

O parlamentar está oferecendo uma recompensa no valor de R$ 10 mil para quem disponibilizar alguma informação sobre o paradeiro do suspeito, que já foi identificado pela polícia. Segundo o deputado, quem der alguma informação até este domingo (12), que possa levar ao paradeiro do suspeito, receberá a recompensa.

“Como parlamentar farei minha parte, como cidadão também farei, darei R$ 10 mil (dez mil Reais) até hoje para quem der o paradeiro do motorista que matou o trabalhador motoboy Kelton Marques”, disse.

Kelton morava na cidade de Santa Rita, tinha duas filhas e trabalhava em um restaurante fazendo entregas durante a madrugada.  A vítima já havia finalizado as entregas e estava voltando para casa quando foi atingido pelo veículo.

Após bater no motociclista e atingir a parede e o portão de um condomínio, o condutor do carro fugiu a pé sem prestar socorro à vítima.

O suspeito é Ruan Macário, empresário da cidade de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba.

Segundo o delegado Luiz Eduardo informou ao Notícia Paraíba, a polícia já tem informações e provas de que o suspeito teria passado a noite bebendo, fazendo uso de entorpecentes e estava em altíssima velocidade no momento do acidente.

Ruan passou o sábado com amigos em um bar na capital e compartilhou fotos consumindo bebida alcoólica.

Há alguns meses, o suspeito chegou a compartilhar uma foto enquanto fazia bafômetro.

O acidente revoltou a população e vários internautas encontraram twitters postados pelo jovem em agosto desse ano em uma rede social falando sobre atropelar motociclistas.

“Deveria ser permitido atropelar motoqueiros”, escreveu ele no Twitter. “Se beber não dirija”, escreveu ele.

O suspeito segue foragido e quem tiver qualquer informação que possa levar ao paradeiro dele pode entrar em contato com a Polícia Civil através do número 197. A ligação é anônima e sigilosa.

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias