Quinta, 23 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Polícia Prisão

Suspeito de atropelar e matar motoboy ainda não se entregou por estar sofrendo ameaças e psicologicamente abalado, diz advogado de defesa

O advogado procurou o delegado titular do caso para combinar uma forma segura do suspeito se entregar, pois, segundo ele, além da revolta da população, uma recompensa foi oferecida nas redes sociais para quem encontrasse o homem.

13/09/2021 15h24 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Suspeito de atropelar e matar motoboy ainda não se entregou por estar sofrendo ameaças e psicologicamente abalado, diz advogado de defesa

O advogado do suspeito de matar o motoboy, na noite do último sábado (11), afirmou que seu cliente ainda não se entregou por estar sofrendo ameaças da população.  

O advogado procurou o delegado titular do caso para combinar uma forma segura do suspeito se entregar, pois, segundo ele, além da revolta da população, uma recompensa foi oferecida nas redes sociais para quem encontrasse o homem. 

O defensor disse que não teve contato com o suspeito e que os diálogos foram mantidos até o momento com a família do acusado, que também está sendo ameaçada constantemente. 

Ruan é o principal suspeito de ter atropelado e matado o motoboy Kelton Marques, de 33 anos, no último sábado (11), em um cruzamento do Retão de Manaíra, na capital.  

Após bater no motociclista e atingir a parede e o portão de um condomínio, o condutor do carro fugiu a pé sem prestar socorro à vítima.  

No carro foram encontradas várias latas de cerveja e conforme o delegado Luiz Eduardo disse ao Notícia Paraíba, a polícia já tem provas de que o suspeito teria passado a noite bebendo, fazendo uso de entorpecentes e estava em altíssima velocidade no momento do acidente. 

A 3ª Vara Criminal de João Pessoa decretou, nesse domingo (12), a prisão preventiva de Ruan Ferreira de Oliveira pelo crime de homicídio. 

Imagens de uma câmera instalada dentro do carro que o suspeito dirigia mostraram que o carro estava a 163 km/hr no momento do acidente.  

O suspeito segue foragido e está sendo procurado pela polícia. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias