Sexta, 24 de Setembro de 2021
83 9 9869-1587
Anúncio
Geral Protesto

Motoboys fazem protesto pedindo justiça pela morte de entregador e fecham avenida em João Pessoa

Os motociclistas fecharam a Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, Retão de Manaíra, onde ocorreu o acidente. Além de pedir justiça pela morte do colega, os motoboys reivindicaram também por segurança no trânsito.

13/09/2021 20h20
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Motoboys fazem protesto pedindo justiça pela morte de entregador e fecham avenida em João Pessoa

Centenas de motoboys se reuniram no início da noite desta segunda-feira (13), para protestar pela morte do entregador de delivery Kelton Marques, de 33 anos, vítima de um acidente de trânsito no último sábado (11), em João Pessoa.

Os motociclistas fecharam a Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, Retão de Manaíra, onde ocorreu o acidente. Além de pedir justiça pela morte do colega, os motoboys reivindicaram também por segurança no trânsito.

A família da vítima também participou do protesto e o pai de Kelton disse que o caso não pode ficar impune e que o filho foi vítima de um homicídio e não de um acidente de trânsito. “Ele saiu para matar. Ele recentemente postou na rede social que deveria ser liberado matar motociclistas. Uma pessoa que dirige bebendo e na velocidade que ele estava não pode ser considerado como um simples acidente não. Ele acabou com a vida do meu filho e de toda a nossa família”, desabafou.

Ruan é o principal suspeito de ter atropelado e matado o motoboy. Kelton já estava finalizando o trabalho de entregas e a caminho de casa quando foi atropelado. O impacto foi tão violento que a vítima foi arremessada a cerca de 50 metros, não resistiu e morreu no local. 

No carro do suspeito foram encontradas várias latas de cerveja além de droga. Após bater no motociclista e atingir a parede e o portão de um condomínio, o condutor fugiu a pé sem prestar socorro à vítima e segue foragido.

A 3ª Vara Criminal de João Pessoa decretou, nesse domingo, (12), a prisão preventiva de Ruan pelo crime de homicídio. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias