Quinta, 28 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Serginho do Morro

Suspeito de matar mais de 30 pessoas é levado para presídio após passar 45 dias internado depois de pular de 3º andar para fugir da polícia, na Paraíba

Sérgio de Almeida Pimentel, de 35 anos, mais conhecido como 'Serginho do Morro’, é um dos criminosos mais perigosos e procurados do Recife e estava escondido na Paraíba há algum tempo.

16/09/2021 19h30 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Suspeito de matar mais de 30 pessoas é levado para presídio após passar 45 dias internado depois de pular de 3º andar para fugir da polícia, na Paraíba

O homem acusado de praticar mais de 30 homicídios no estado do Pernambuco foi preso após passar mais de um mês internado no Hospital de Emergência e Trauma em João Pessoa.

Sérgio de Almeida Pimentel, de 35 anos, mais conhecido como 'Serginho do Morro’, é um dos criminosos mais perigosos e procurados do Recife e estava escondido na Paraíba há algum tempo. 

No dia 30 de julho, a Polícia Civil foi até o prédio onde o suspeito morava no bairro do Bessa, na capital. Ao perceber a presença dos policiais, Serginho pulou do terceiro andar na tentativa de escapar da prisão e acabou ficando ferido.

O suspeito foi socorrido por uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU), para o Hospital de Trauma custodiado pela polícia.

Devido à queda, Serginho do Morro teve traumatismo craniano, quebrou um braço, as duas pernas e teve várias fraturas pelo corpo. 

O homem passou por audiência de custódia no dia 9 de setembro e teve a prisão mantida e após passar cerca de 45 dias internado, ele recebeu alta hospitalar e foi levado para o presídio PB1.

O homem será recambiado para o estado do Pernanbuco, já que todos os mandados de prisão pelos crimes cometidos por ele são desse estado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias