Terça, 26 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Crime passional

Paraibano que foi morto em cafeteria foi assassinado por estar se envolvendo com mulher casada

De acordo com a polícia, o paraibano, que além de empresário era sargento do Exército, tinha um caso com uma mulher casada desde 2020.

22/09/2021 10h17 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Paraibano que foi morto em cafeteria foi assassinado por estar se envolvendo com mulher casada

O paraibano Lucas Ramon da Silva, de 29 anos, morto a tiros dentro da cafeteria que era dono, no dia 1º de agosto na zona Sul de Manaus, pode ter sido asssassinado por estar se envolvendo com uma mulher casada.

Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que o caso se trata de um crime passional. 

Lucas foi baleado na cabeça dentro do estabelecimento e ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Santa Júlia, localizado ao lado da cafeteria, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Após o crime, o suspeito fugiu sem ser identificado.

Toda ação foi flagrada por câmeras de segurança do local.

De acordo com a polícia, o paraibano, que além de empresário era sargento do Exército, tinha um caso com Jordana Azevedo, casada com o empresário Joabson Agostinho que, ao descobrir a traição, mandou matar a vítima.

O casal que é dono de uma rede de supermercados confessou o crime e os dois se entregaram à polícia nessa terça-feira, (22), na presença de advogados.

A delegada disse que o relacionamento extraconjugal foi comprovado. O marido da suspeita descobriu o caso após olhar o celular dela. A vítima tinha o relacionamento desde dezembro de 2020

Ainda conforme  a delegada, a proprietária do supermercado dava dinheiro para o paraibano e o marido acabou descobrindo.

Após descobrir as traições, a mulher também sofreu violência doméstica por parte do empresário da rede de supermercados.

O empresário contratou um atirador para mandar matar o sargento. O assassino ainda não foi identificado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias