Terça, 26 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Feminicídio

Mãe assassinada na frente dos filhos solicitou medida protetiva contra marido no mesmo dia em que foi morta, na Paraíba

A vítima compareceu a delegacia na noite do sábado, foi atendida e submetida a um exame de corpo de delito, em que constatou a existência de uma lesão.

11/10/2021 13h21 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Mãe assassinada na frente dos filhos solicitou medida protetiva contra marido no mesmo dia em que foi morta, na Paraíba

A jovem de 26 anos que foi assassinada na tarde deste domingo (10), a cidade de Tavares, Sertão da Paraíba, chegou a comparecer na delegacia para solicitar uma medida protetiva contra o marido. 

A vítima compareceu à delegacia na noite do sábado (9), foi atendida e submetida a um exame de corpo de delito, em que constatou a existência de violência doméstica. 

Segundo apurou o Notícia Paraíba, foi solicitada uma medida protetiva e, de imediato, a delegacia de polícia pediu ao judiciário, e o pedido foi distribuído na manhã seguinte, do domingo (10), quando iniciaria o plantão judiciário. 

A medida protetiva foi decretada pelo juiz plantonista por volta de 11h da manhã e após o acusado ter sido notificado da existência da medida pelos oficiais de justiça, o suspeito saiu de casa com um revólver para assassinar a companheira. 

A vítima, Luciana Pereira da Silva, foi atingida com um disparo de arma de fogo no peito e o crime ocorreu na frente da mãe e dois de filhos da jovem, de 4 e 7 anos de idade.

O suspeito de cometer o crime é o marido da vítima, e, segundo a família, o homem há estava fazendo ameaças constantes a esposa, e, por isso, ela planejava se separar. 

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Medicina Legal. O suspeito ainda não foi encontrado. 

A Polícia Militar continua realizando as diligencias com o objetivo de prender o autor do crime. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias