Terça, 26 de Outubro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Alta periculosidade

Grupo de assaltantes mortos em confronto policial planejava ataques a outros bancos da Paraíba

Com o grupo a polícia encontrou dois fuzis, escopeta, pistolas, revólveres, coletes balísticos, dinamites e demais artefatos explosivos.

14/10/2021 12h21 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Grupo de assaltantes mortos em confronto policial planejava ataques a outros bancos da Paraíba

O grupo de seis assaltantes que morreu durante confronto policial nessa quarta-feira (13), nas cidades de Coremas e Patos, ambas no Sertão da Paraíba, planejava ataques em outros bancos do estado.

A informação foi confirmada durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (14), na Central de Polícia de Campina Grande. 

Segundo o delegado Victor Melo, da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), o grupo já estava sendo investigado há cerca de três meses e através de uma denúncia anônima, os agentes descobriam que os criminosos estavam planejando explodir um estabelecimento bancário no Sertão paraibano.

O delegado explicou que o grupo era de alta periculosidade, usava munição de grosso calibre e planejava atacar outras instituições bancárias do Sertão do estado.

Com o grupo a polícia encontrou dois fuzis, escopeta, pistolas, revólveres, coletes balísticos, dinamites e demais artefatos  explosivos.

A ação criminosa se concretizou na madrugada da quarta, na cidade de Paulista, onde o grupo de pelo menos oito homens explodiu terminais de autoatendimento do Banco do Brasil na cidade, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Após o crime, o grupo fugiu em três carros e os suspeitos ainda atiraram para o alto para intimar os moradores.

As equipes conseguiram localizar quatro dos suspeitos em uma casa na cidade de Coremas. Os policiais foram recebidos a tiros e revidaram. Todos os suspeitos foram baleados e chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

As buscas tiveram continuidade e com o apoio das Polícias Federal, Civil e Militar, os agentes da Draco conseguiram localizar mais dois suspeitos em um carro na cidade de Patos. 

A dupla estava um carro e os criminosos estavam armados de fuzis, explosivos e munições e também houve confronto com a polícia. Durante a troca de tiros, os dois foram baleados, socorridos para o hospital da cidade, mas também não resistiram aos ferimentos e acabaram falecendo.

“Dois dos criminosos eram paraibanos e os demais de outros estados. Um deles usava tornozeleira eletrônica e havia quebrado o equipamento nos últimos dias para cometer o crime. Com essa ação, conseguimos tirar de circulação uma quadrilha de alta periculosidade que já planejava ataques a outros bancos, especialmente no Sertão”, finalizou o delegado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias