Sábado, 27 de Novembro de 2021
83 9 9869-1587
Polícia Crime Brutal

Ex-namorado que matou paraibana e o filho dela não aceitava fim do relacionamento, diz amiga

Insatisfeito com o fim da relação, Carlos Henrique dos Santos Batista invadiu a casa da ex e atirou contra ela e os dois filhos da mulher.

03/11/2021 08h50 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Ex-namorado que matou paraibana e o filho dela não aceitava fim do relacionamento, diz amiga

Uma amiga da paraibana morta pelo ex-companheiro no Rio de Janeiro relatou que o homem, suspeito de matar a mãe e atirar nos filhos dela, não aceitava o fim do relacionamento. 

O Notícia Paraíba conversou com Aparecida Silva, amiga de Geilza Alves da Silva, que mora em Santa Luzia, Sertão da Paraíba. Ela disse que a amiga e o suspeito mantinham um relacionamento há cerca de quatro anos e que a mulher decidiu terminar o namoro.

Insatisfeito com o fim da relação, Carlos Henrique dos Santos Batista invadiu a casa da ex e atirou contra ela e os dois filhos da mulher.

Geilza não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

A filha de Geilza também estava com as duas netas na casa na hora do crime.  O suspeito ateou fogo no quarto que a mulher e as crianças estavam, mas elas conseguiram sair do local. 

Mesmo baleado, Marcos Vinícius, de 23 anos, conseguiu fugir através de uma janela. Ele deu entrada no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, e recebeu alta à noite. 

Já Alan Alves, de 27 anos, foi atingido no braço e no tórax e chegou a ser socorrido para o Hospital Estadual Carlos Chagas, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou na residência encontrou a mulher morta. O suspeito do ataque tirou a própria vida após o crime.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) foi acionada para assumir a investigação.

O corpo da paraibana e do filho serão sepultados em Barros Filho, Zona Norte do Rio.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias