Sábado, 21 de Maio de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Caso Karol

Caminhoneiro que estuprou, estrangulou e matou adolescente a facadas é condenado a 30 anos de prisão, na Paraíba

As investigações apontam que a jovem foi levada pelo homem até uma estrada em Mamanguape, onde foi violentada, estrangulada e esfaqueada até a morte.

02/12/2021 12h45
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Caminhoneiro que estuprou, estrangulou e matou adolescente a facadas é condenado a 30 anos de prisão, na Paraíba

O caminhoneiro Josué Cabral dos Santos, de 35 anos, foi condenado a 30 anos de prisão pelo estupro e morte da adolescente Karolina Oliveira Gomes, que foi assassinada em agosto de 2019.

Karol desapareceu no dia 5 de agosto de 2019, quando saiu de casa à noite, no município de Goianinha, para imprimir um trabalho da escola. Foi a última vez que ela foi vista com vida. Após o desaparecimento, teve início a investigação.

Câmeras de segurança registraram a adolescente caminhando próximo a um posto de combustíveis, quando foi abordada pelo caminhoneiro. As investigações apontam que ela foi levada pelo homem até uma estrada em Mamanguape, onde foi violentada, estrangulada e esfaqueada até a morte. O corpo foi encontrado dia 7 de agosto e exames confirmaram a violência sexual.

A investigação confirmou o trajeto percorrido pelo caminhoneiro, graças ao celular da vítima, que foi recolhido pelo caminhoneiro e vendido a um terceiro posteriormente - que indicou que o então suspeito como autor da venda. Além disso, foram recolhidos fios de cabelo da vítima no caminhão de Josué. 

O caminhoneiro foi preso no fim de agosto em uma rodovia federal no estado de Pernambuco.

O júri popular ocorreu nesta quarta-feira (1º), no Fórum de Mamanguape, no estado da Paraíba, local onde foi encontrado o corpo da jovem, que foi abordada pelo criminoso no município de Goianinha.

No julgamento, dois policiais civis da Paraíba foram ouvidos pelos jurados, assim como os pais da vítima e o ex-namorado de Karol. O caminhoneiro também foi ouvido e questionado pela promotora Juliana Salmito, que pediu a condenação por homicídio triplamente qualificado e pelo estupro da vítima.

Ao fim dos depoimentos, os jurados decidiram pela condenação e a pena ficou fixada em 30 anos. O réu, que já estava preso, poderá recorrer. A sentença será publicada nesta quinta-feira (2).

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa - PB
Atualizado às 08h43 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 29°

25° Sensação
9 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (22/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 30°

Chuvoso
Segunda (23/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 28°

Chuvoso
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias