Sábado, 25 de Junho de 2022
83 9 9869-1587
Brasil Novas regras

Brasil passa a exigir quarentena de 5 dias para viajantes não vacinados

Regra começa a valer no sábado (11). Para entrar no país por terra, passaporte de vacina só será necessário para quem não tiver feito teste de Covid.

09/12/2021 07h14
Por: Redação
Brasil passa a exigir quarentena de 5 dias para viajantes não vacinados

A partir de sábado (11), os viajantes que entrarem no Brasil por via aérea precisarão apresentar teste negativo para a Covid e comprovante de vacinação. Quem não estiver imunizado precisará fazer quarentena de 5 dias na cidade de destino.

As regras foram publicadas na edição desta quinta-feira (9) do "Diário Oficial da União (DOU)" e valem para brasileiros e estrangeiros.

Para quem entra no Brasil por terra, o comprovante de vacinação só é exigido para quem não apresentar o teste negativo de Covid. Essa exigência não vale para moradores de cidades-gêmeas (aquelas divididas por fronteiras, como Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, e Pedro Juan Caballero, no Paraguai), transportadores de carga, viajantes que vêm do Paraguai e pessoas em situação de vulnerabilidade ou afetadas por crises humanitárias.

Até agora, para entrar no Brasil, todos os viajantes (brasileiros ou estrangeiros) precisavam apresentar apenas a Declaração de Saúde do Viajante (DSV), que pode ser preenchida no site da Anvisa, e um exame RT-PCR negativo realizado até 72 horas antes do embarque.

Reabertura das fronteiras

Segundo anúncio feito pelo governo na terça-feira (7), a ideia é promover uma "reabertura das fronteiras" em razão dos índices atuais de vacinação da população brasileira.

Na ocasião, os pronunciamentos dos ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Marcelo Queiroga (Saúde) foram marcados por fortes críticas às recomendações de um "passaporte da vacina" e de maior rigidez na exigência da vacinação.

Mas, na prática, segundo técnicos da Anvisa ouvidos pela TV Globo, o novo protocolo anunciado pelo governo parece atender às recomendações que vêm sendo feitas, há mais de um mês, pela agência reguladora e por especialistas.

Nos pronunciamentos, Queiroga e Nogueira não fizeram qualquer menção à exigência de um "passaporte da vacina".

Em nota após o pronunciamento de terça, a Anvisa afirmou que "aguarda a publicação da nova portaria sobre atualização das medidas excepcionais e temporárias para entrada no País como forma de enfrentamento da Covid-19" – ou seja, que não conhece o conteúdo da nova portaria.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (26/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Segunda (27/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias