Terça, 25 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Polícia Por unanimidade

Nove policiais militares são inocentados de crimes de tortura e morte após 13 horas de julgamento, na Paraíba

Os jurados acolheram a tese defensiva de que o fato não existiu e absolveram todos os policiais militares.

10/12/2021 05h57 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Notícia Paraíba
Nove policiais militares são inocentados de crimes de tortura e morte após 13 horas de julgamento, na Paraíba

Os nove policiais militares acusados de sequestrar, torturar, matar e ocultar o corpo de dois homens foram absolvidos após 13 horas de julgamento, em João Pessoa.

O crime ocorreu no dia 6 de agosto de 2009 e segundo a denúncia do Ministério Público, os policiais interceptaram um ônibus coletivo, determinaram que todos os ocupantes descessem do veículo, foram revistados e em seguida liberados, à exceção de Givaldo José Bezerra, conhecido como Júnior de Sapé, e Alex de Oliveira Freitas, que ficaram em poder dos militares.

A denúncia do órgão aponta ainda que as vítimas foram conduzidas para um matagal existente por trás do Fórum de Santa Rita, ocasião em que foram espancadas, torturadas e mortas pelos policiais que ocultaram os cadáveres.

O Tribunal do Júri de João Pessoa absolveu os 09 policiais. Os jurados acolheram a tese defensiva de que o fato não existiu e absolveram todos os policiais militares, conforme apurou o Notícia Paraíba.

De acordo com o advogado Aécio Farias, “a absolvição pelo soberano Tribunal do Juri que disse que os crimes não teriam ocorrido só demonstra que esses policiais foram perseguidos durante 12 anos. Felizmente a justiça foi feita.”

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias