Sábado, 22 de Janeiro de 2022
83 9 9869-1587
Geral Paraíba

Academia de vereador é interditada por funcionar em feriados antecipados, na Paraíba

Entre os dias 27 de março e 4 de abril, só poderão funcionar atividades consideradas como essenciais, conforme Medida Provisória estabelecida na Paraíba.

30/03/2021 11h24 Atualizada há 10 meses
Por: Redação
Academia de vereador é interditada por funcionar em feriados antecipados, na Paraíba

Uma academia de jiu-jitsu foi interditada nesta segunda-feira (29), por descumprir o decreto do Governo do Estado e abrir durante o ‘feriadão’ sanitário. 

O estabelecimento que fica localizado no bairro de Manaíra pertence ao vereador Tarcísio Jardim (Patriota), estava funcionando e foi interditado pela Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa). 

 A reportagem do Notícia Paraíba procurou o vereador e ele disse que o estabelecimento não está mais na administração dele, desde que o mesmo assumiu vaga na Câmara Municipal. O parlamentar disse ainda que a academia está fechada desde que o decreto entrou em vigor e que no local não está acontecendo treinos coletivos. Mas que, especificamente, no dia dessa fiscalização, estava sendo realizado um treino particular e sem aglomeração. O vereador lamentou o fato e garantiu que enquanto as medidas de restrição não foram flexibilizadas o estabelecimento permanecerá fechado. 

O decreto prevê que os locais que desobedecerem às determinações estão sujeitos à multa de até R$ 50.000 e interdição do estabelecimento por até sete dias. Caso haja reincidência, será ampliado para 14 dias o prazo de interdição do estabelecimento, sem prejuízo da aplicação de multa.

A Medida Provisória estabelecida antecipou alguns feriados na Paraíba e com as mudanças, entre 27 de março e 4 de abril, só poderão funcionar atividades consideradas como essenciais e as academias de ginástica não estão inseridas na lista. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias